Amnistia Internacional tem 15 oportunidades de emprego e 3 vagas para voluntariado em diversos países

Em 1961 começou um movimento global de defesa dos Direitos Humanos, quando Peter Benenson, advogado britânico, escreveu um artigo no The Observer intitulado “The Forgotten Prisoners”. A inspiração para escrever este artigo veio da indignação profunda que sentiu, ao saber que dois jovens Portugueses tinham sido presos apenas por terem brindado à liberdade.

Atualmente a Amnistia Internacional conta com mais de 7 milhões de apoiantes e membros em todo o mundo, que contribuem para a defesa dos Direitos Humanos.

Quem tem interesse em trabalhar na área dos Direitos Humanos, poderá consultar  as 15 oportunidades de emprego e as 3 vagas de voluntariado disponíveis em diversos países, na secção de carreiras do site da Amnistia Internacional. É ainda possível efetuar o registo para receber alertas de emprego, estágios e voluntariado.

Para saber mais sobre a história da Amnistia Internacional consultar: amnesty.org

Site da Amnistia Internacional em Portugal: amnistia.pt

UA-40534803-1