Gulbenkian atribui bolsas de estágio a profissionais de saúde dos PALOP e Timor Leste

A Fundação Calouste Gulbenkian tem candidaturas abertas até 18 de março de 2019 para a atribuição de bolsas de estágios de curta duração (2 ou 3 meses) destinadas a profissionais de saúde de Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, S. Tomé e Príncipe e de Timor-Leste.

Os estágios contarão com o apoio da Direção-Geral da Saúde e irão decorrer em instituições hospitalares portuguesas, devendo iniciar até 3 meses após o anúncio dos resultados.

O objetivo da organização destes estágios é promover a atualização de conhecimentos e a aquisição de uma maior prática profissional que permita melhorar a resposta aos desafios, nas seguintes áreas:

• Pediatria (preferencialmente neonatalogia);
• Obstetrícia
• Ginecologia

A Fundação Calouste Gulbenkian assegura as despesas com a viagem de ida e volta entre o país de origem e Lisboa, seguro de viagem e acidentes pessoais e uma bolsa mensal.

Consultar todas as informações em gulbenkian.pt

UA-40534803-1