Candidaturas

Uma candidatura para um estágio, nunca é menos importante que uma candidatura de emprego, devendo ser encarada com a mesma seriedade. Atualmente é muito difícil passar na triagem inicial, dado o volume de candidaturas para estágio que as instituições recebem. Por isso, é essencial fazer uma candidatura bem feita, para aumentar a probabilidade de passar à fase seguinte do processo de seleção.

© DragonImages

CV

O modelo de CV mais utilizado é o Europass. Este modelo tem toda a informação essencial e é frequentemente solicitado em Portugal e fora de Portugal. A informação colocada no CV deve ser bem sintetizada, coerente, não sendo admissíveis erros ortográficos ou falta de acentuação. Para estudantes de áreas criativas, como por exemplo: Design, Publicidade ou Arquitetura, é essencial enviar também um portefólio. Nestes casos, um CV mais personalizado, que demonstre a capacidade de criatividade, poderá destacar-se e ser mais valorizado.

Aconselha-se a consulta dos sites: UniversiaSapoGEPE.

 

Cartas de Apresentação/Motivação

O CV deve ser sempre enviado com uma carta de apresentação/motivação, mesmo que não seja solicitada. Esta carta é a oportunidade para explicar as razões da candidatura e destacar as competências mais relevantes, tendo em conta os requisitos solicitados. A informação essencial é a seguinte:

  • Identificação do candidato (incluindo os contactos) e da instituição que irá analisar a candidatura;
  • No assunto, deve-se identificar a função e referência (caso exista);
  • No primeiro parágrafo, devem-se explicar as razões para fazer a candidatura;
  • No resto da carta, deverá referir-se em que medida existe uma correspondência com os requisitos solicitados, aproveitando para dar destaque a competências, qualificações, e/ou experiência profissional ou atividades de voluntariado que possam ser relevantes;
  • A escrita tem de ser clara, sem erros ortográficos ou falta de acentuação.

Aconselha-se a consulta dos sites: UniversiaExpressoGEPEOnline24.

 

Entrevistas

Uma entrevista para um estágio pode ser tão exigente, como para um emprego. Embora algumas empresas não queiram criar expectativas nos candidatos, poderão ter em vista uma contratação futura, caso o estagiário tenha o desempenho esperado. Mesmo que uma futura contratação não seja de todo viável, essa entrevista será útil, para testar a capacidade de resposta e postura. Por isso, vale a pena investir algum tempo na sua preparação, sendo necessário:

  • Saber o máximo sobre a instituição: conhecer bem o site, pesquisar informação online;
  • Preparar as perguntas que se quer fazer sobre a instituição, função e tarefas;
  • Ensaiar as respostas para as perguntas que possam ser feitas sobre: os requisitos solicitados; razões para se candidatar ao estágio; quais as expectativas; e quais os objetivos profissionais futuros.

Aconselha-se a consulta dos sites: UniversiaEconómicoExpressoSapoGEPE.

© Edyta Pawlowska