Politécnicos vão poder atribuir grau de doutoramento

 

O Conselho de Ministros realizado a 15 de fevereiro, foi maioritariamente dedicado ao ensino superior e à ciência e aprovou medidas em três áreas: reforço da capacidade de investigação e desenvolvimento (I&D); incorporação de conhecimento na economia; e qualificação dos recursos humanos. 

Uma das medidas a destacar, é a possibilidade das instituições politécnicas poderem finalmente atribuir o grau de doutoramento, tal como as  instituições universitárias. Qualquer instituição que demonstre ter capacidade científica, poderá dar o grau de doutoramento. Esta medida contribui para a democratização do ensino pois termina com a diferenciação que existia entre os dois subsistemas de ensino superior português. Deste modo, pretende-se estimular o ensino politécnico a desenvolver a capacidade de I&D e a criar mais empregos qualificados.

As iniciativas legislativas e programáticas aprovadas vão ao encontro das recomendações OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico), neste âmbito.

Consultar artigo de Almerinda Romeira: jornaleconomico.sapo.pt

UA-40534803-1