Tendências do setor de Contabilidade e Finanças para 2019

A Hays, Grupo líder mundial em recrutamento de profissionais qualificados revela, no Guia do Mercado Laboral 2019, que 2018 foi um ano positivo para a área de Contabilidade e Finanças, onde se observou um volume interessante de contratações para empresas das mais variadas dimensões e áreas de atuação.

Os setores da Indústria e dos Serviços contribuíram para o dinamismo, reforçando estrategicamente as suas estruturas para perfis financeiros. No entanto, houve também uma clara aposta de novas empresas multinacionais no mercado português e a abertura de várias estruturas de Shared Services Center, o que contribuiu bastante para um aumento na procura por profissionais de Contabilidade e Finanças.

A análise de dados do inquérito realizado aos profissionais deste setor, permite concluir, que em 2018, 63% não negociaram o pacote salarial atual, 38% foram aumentados, 8% promovidos e 43% recusaram ofertas de emprego. Em 2018 notou-se a elevada competição pelos melhores talentos do mercado, o que levou a alguma pressão na oferta salarial.

“Rigor, capacidade de cumprimento de deadlines, atualização dos conhecimentos, dinamismo, resiliência e competências relacionais devem ser o caminho a seguir pelos profissionais nesta área cada vez mais dinâmica e competitiva.” afirma Mário Rocha, Manager da Hays Portugal.

Perspetivas para 2019

O avanço tecnológico e o aparecimento de novas regulações deverão continuar a provocar uma maior procura por profissionais que tenham a capacidade de atualizar os conhecimentos e de criar mais eficiência nas empresas.

É expectável que em 2019 as funções que estarão no topo das prioridades de recrutamento sejam os cargos de Contabilista Certificado, Controller de Gestão, Auditor Interno e Responsável Financeiro.

O mercado português continuará a ser atrativo para o mercado interno e para as empresas que procurem profissionais deste setor para ingressar em estruturas que suportem áreas de negócio noutros países da Europa. Mário Rocha, Manager da Hays Portugal acrescenta que “os profissionais portugueses têm demonstrado uma admirável capacidade técnica, com valores muito competitivos face à média dos países europeus.

Consequentemente, é expectável que as empresas continuem a apostar na retenção de talentos.” Assim, poderá levar também a um aumento de contra-propostas e, por consequência, ao incremento dos valores salariais praticados em funções de Contabilidade e Finanças.

Perfis mais solicitados e os mais difíceis de identificar

Este ano, houve uma necessidade de investimento e retenção no recrutamento para o setor de Finanças e Contabilidade para perfis de Contabilista Certificado, Controller de Gestão, Auditor Interno, Responsável Financeiro, Responsável de Tesouraria e Credit Control.

Mantém-se ainda alguma dificuldade em identificar o perfil de Contabilista Certificado por haver muitos profissionais com esta formação que têm optado por desenvolver a sua carreira na área de controlling.

Mais valias e benefícios mais desejados

Após uma análise aos inquiridos, sendo que 52% eram do sexo masculino e os restantes 48% do sexo feminino, estes apontam como as principais mais-valias a oferta salarial (83%), o bom ambiente de trabalho (72%), o plano de carreira (66%), a cultura empresarial (55%) e a solidez financeira (52%). Quanto aos benefícios mais desejados para aceitarem uma oferta de trabalho, os inquiridos apontam como os cinco principais fatores: o seguro de saúde (79%), a flexibilidade de horários (69%), formação/certificações (66%), a possibilidade de trabalhar a partir de casa (50%) e dias de férias extra (40%).

UA-40534803-1