Wild School vai atribuir bolsas para capacitar mulheres nas áreas tecnológicas

A Wild Code School vai atribuir 3 bolsas de estudo a mulheres, num total de 15 mil euros, para realizarem um curso de 5 meses, com 80% de taxa de empregabilidade na Europa.

Esta iniciativa resulta da parceria com comunidade Portuguese Women in Tech, a Deloitte e a Polar Insight, que assim pretendem contribuir para combater a disparidade de género no setor tecnológico.

O curso permitirá adquirir as competências e o conhecimento técnico necessários para a função de data analyst júnior (como domínio de ferramentas e linguagens de programação e transformação de dados em informações significativas), será intensivo, com uma duração de 700 horas e o seu início está previsto para 9 de março de 2020.

Consultar artigo completo e informações sobre inscrições em eco.sapo.pt

UA-40534803-1